A Pesca Desportiva: AS PRAIAS DA MANTA ROTA, CACELA VELHA E SITIO DA FÁBRICA

A Pesca Desportiva

Blog de pesca desportiva. Muitos dos temas foram publicados em sites de pesca desportiva.

sábado, 2 de fevereiro de 2008

AS PRAIAS DA MANTA ROTA, CACELA VELHA E SITIO DA FÁBRICA

Estas praias localizam-se no concelho de Vila Real de St.º António.

São algumas das inúmeras praias a que se tem acesso desde Tavira, parte da ria Formosa é defendida pelas dunas que constituem as praias e a protegem da fúria do mar.

Este extenso areal estende-se desde o pontão leste da barra do rio Gilão, sendo interrompido pelos inúmeras aberturas de acesso ao mar da ria, até à barra do rio Guadiana. Ao longo da linha de costa podemos encontrar zonas de pesca diferenciadas.

Fig. 1

É um areal a perder de vista, tanto para barlavento como para sotavento, como se pode ver na fig. 1.

Vou mostrar alguns dos pontos que considero serem os melhores para a prática da pesca desportiva nesta praia que frequento nos meus dias de férias algarvias. Pontos esses que terão como imagens para localização pontos altos da costas como a aldeia de Cacela Velha.

A zona marítima é rica em bivalves, sendo a apanha dos mesmos quase diária na maré vazia tanto por barcos de arrasto como por pescadores artesanais que fazem o mesmo trabalho idos de terra na zona da linha de maré, fig. 2

Fig.2

São inúmeros os pescadores que encontramos entre a Manta Rota e o sitio da Fábrica, praias não concessionadas por isso semi-selvagem, um extenso areal à disposição dos inúmeros banhistas, nudistas e pescadores que frequentam estas paragens.
É um corropio de banhistas percorrendo na maré-vazia este extenso areal, numa distância nunca inferior a 3 ou 4 km num só sentido, por vezes voltando carregados de sacos cheios de inúmeras conchas que dão interminavelmente à costa.

Podem apanhar-se desde os peixes planos como o linguados, pregados, aos sempre apetecíveis sargos, não deixando de pensar insistentemente no mais cobiçado predador, o robalo, por vezes lá aparece uma tão cobiçada dourada.

Fig. 3

Há mesmo quem se aventure a pegar num pequeno bote de borracha e a colocar-se ao largo à pesca em dias de calmaria, como vi fazer em 2006, e voltar com um saco de rede cheio de douradas, sargos, robalos, e sei que mais.
Vamos lá ao que interessa, os diferentes lugares que vos posso mostrar com a minha máquina fotográfica. Para termos uma melhor visibilidade que melhor local senão a aldeia de tempos remotos, onde existe um baluarte de defesa da costa contra os piratas de Antão.

Fig. 4

A fig. 4, mostra-nos a fortaleza de Cacela Velha do outro lado de um dos braços da ria Formosa tirada da praia, tendo o mar nas minhas costas, pode chegar-se até esta praia atravessando o braço de água ou percorrendo cerca de 2 km pela areia deixando o carro na praia da Manta Rota. Até este local podemos ir sempre pescando, continuando a caminhada chegaremos a uma praia que se localiza no sitio da Fábrica e, onde localizamos uma das muitas aberturas da ria em comunicação com o mar.
Fig. 5

Como podemos ver na foto da fig. 5, à nossa direita localiza-se uma baia de águas interiores frente ao sitio da Fábrica com a sua abertura para o mar, dando origem a um ancoradouro. Aqui também se pode chegar de barco vindo de terra ou percorrendo o areal, percorrendo mais 1 km, faremos cerca de 7 km ida e volta desde o parque de estacionamento na Manta Rota até à barra da Fábrica.

Por ultimo deixo-vos, na fig.6, uma imagem dos inúmeros viveiros de bivalves da zona de Cacela Velha e que são o rendimento de muitas famílias e do agrado de inúmeros turistas que assolam a região.

Fig. 6

Fig. 7

Por fim ao longa da caminhada alcançamos à abertura que a zona lagunar faz com o mar, no Sitio da Fábrica
.
Espero que tenham gostado do passeio.
Fiquem bem.

6 Comentários:

  • Às 3 de fevereiro de 2008 às 19:41 , Blogger JG. disse...

    Caríssimo, se o mar não fez asneiras nos últimos tempos as inúmeras aberturas reduzem-se à barra móvel do Lacém, no limites dos concelhos de Tavira e Vila Real de Santo António...

    Aliás, no seu título refere três praias que pertencem a VRSA, mas desde a barra de Tavira para nascente encontra muitas mais pertencentes a estes concelhos e a Castro Marim, e óptimos pesqueiros.

    Porém, os melhores situam-se entre Praia do Barril e a barra móvel do Livramento, para ponte da Barra de Tavira, sendo tão apreciados que já foram o palco escolhido para inúmeros campeonatos nacionais!!!

     
  • Às 5 de fevereiro de 2008 às 23:05 , Blogger José Cavalheiro disse...

    Todos sabemos que as aberturas da ria Formosa são incontantes, ora estão mais para barlavento, ora para sotavento, ora estão mais areadas, ora menos, mas mantem,-se pelas proximidades, a do sitio da Fábrica está por lá de certeza.
    Os pesqueiros que sinalizei nada têm a ver com os do Barril,que é um grande pesqueiro, são mais planos que esse, pelo que as condições de pesca mudam bastante.
    Lacém assemelha-se, mas fica mais perto de Cabanas e da foz do Gilão, as condições de pesca assemelhar-se-ão ás que mostrei, e claro pertencem ao concelho de VRSA.
    Fiquem bem

     
  • Às 23 de abril de 2008 às 19:26 , Anonymous Anónimo disse...

    Boa ZE ganda blogge gostei a brava continua que e muito giro e pelo menos das umas dicas a gente

     
  • Às 20 de maio de 2008 às 21:26 , Blogger Ernesto Lima disse...

    Viva José Cavalheiro!

    Belo artigo, sobre uma zona pela qual sou apaixonado!

    Andei por aí umas quantas vezes e adorei!

    Pena ser tão longe aqui da minha terra, Setúbal, já que ainda pensei fundear o meu barco no Porto de Recreio da Associação Naval do Guadiana. Mas, as despesas aumentavam exponencialmente com as deslocações e desisti da ideia!

    Este teu artigo, fez-me lembrar tudo isso e trouxe-me a vontade de aí voltar brevemente, o que faço quase todos os anos!

    Grande abraço!

    Ernesto

     
  • Às 27 de julho de 2009 às 17:06 , Blogger Nina disse...

    Boa tarde
    Desde já o felicito pelo seu testemunho. Gostaria de lhe colocar duas questões sobre estes locias que referiu, se não for incómodo, é claro!
    É que este ano eu e o meu marido decidimos fazer férias nesta zona, e assim como eu gosto de estar entretida, também gosto de proporcionar bons momentos ao meu companheiro, e para ele nada melhor que pesca!
    Gostaria então de saber que isco é que aconselha para estas paragens e se é fácil comprar o mesmo por lá. agradeço desde já a atenção dispensada.

    Cumprimentos.
    Mónica Brás

     
  • Às 28 de julho de 2009 às 00:34 , Blogger José Cavalheiro disse...

    Boas
    Hoje recebi um pedido de esclareecimento quanto ás iscas a utilizar nestas praias do sul.
    Todo o pescador sabe que a melhor isca é aquela que o próprio mar cria no local.
    E que iscas se criam neste local, as habituais minhocas da areia, se não quisermos apanha-las no local, qualquer casa da especialidade vende a minhoca "ganço", ou qualquer outra de vivewiro, depois temos os bivalves, muito abundantes na região, se quisermos podemos apanhar na maré baixa na ria no lodo a minhoca do lode, depois podemos sempre levar a infalivel "sardinha".
    E com isto tudo podemos sempre vir de mãos a abanar.
    Fiquem bem

     

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial